O jejum sagrado e o jejum anoréxico: maneiras radicais de lidar com as demandas do corpo

Cybelle Weinberg*; Manoel Tosta Berlinck**

O presente artigo tem por objetivo estabelecer um paralelo entre o jejum das santas da Igreja e o sintoma da recusa alimentar, buscando compreender como as santas jejuadoras e pacientes com sintomas anoréxicos interpretam as demandas advindas do corpo. A fim de entender como esse corpo demandante tem sido compreendido pelo cristianismo no Ocidente através dos séculos, percorremos alguns textos de autores importantes da Igreja, que colaboraram para a construção do seu corpo doutrinário.

Palavras-chave: JEJUM; CRISTIANISMO; ANOREXIA; IDEAL.

Para ter acesso ao trabalho completo, clique no link: http://www.uva.br/trivium/edicoes/ano-vii-edicao-2-janeiro2016/artigos/Jejum%20sagrado%20C1.pdf

*Weinberg, C. Psicanalista. Mestre em Ciências pela FMUSP e Doutora em Psicologia Clínica pela PUCSP. Coordenadora da Clínica de Estudos e Pesquisas em Psicanálise da Anorexia e Bulimia (CEPPAN).

**Berlinck, M.T. Professor, Ph.D. pela Universidade de Cornell (USA), Professor Titular Aposentado pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Professor do Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clínica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde dirige o Laboratório de Psicopatologia Fundamental. Possui vasta experiência como pesquisador e como clínico. Preside (2014-2016) a Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental (AUPPF), editor responsável da Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental.

Publicado em Artigos Marcado com: , ,