PEREIRA, Fabiana Maria Gama. TATUAGENS, PIERCINGS E OUTRAS INTERVENÇÕES CORPORAIS. Aproximações interetnográficas entre Recife e Madri. Tese de Doutorado. UFPE, 2007.

RESUMO: Este trabalho enfoca determinados fenômenos sócio-culturais relacionados à estética das tatuagens, piercings e intervenções corporais consideradas radicais, aqui incluídas as escarificações epdérmicas, os implantes subcutâneos, as suspensões corporais, etc. Para realizar a investigação partiu-se de 64 indivíduos de ambos os sexos, faixas etárias e nacionalidades variadas, que se subdividem em grupos de: adeptos, tatuadores, piercers, práticos em suspensão e modificadores corporais. No Ocidente, as marcas e os ritos corporais por muito tempo estiveram associados ao exotismo dos povos “primitivos” e, posteriormente serviram de inspiração aos movimentos de vanguarda, dando origem a body art, a qual influenciou nos anos 60 os movimentos de “contracultura”, especialmente aqueles relacionados às estéticas hippies e punk. Com a comunicação em rede e a velocidade de informação tecnológica, as estéticas e ritos relacionados a esses movimentos sociais se internacionalizaram, o uso da internet facilitou e abriu canais de comunicação diversos, além disso, motivou a migração das pessoas envolvidas com tais práticas aos grandes centros urbanos, onde se comercializam e se consomem produtos e serviços destinados ao corpo e suas modificações. No caso desta pesquisa, pôde-se observar a mobilidade extraterritorial dos adeptos desse tipo de estética que migravam de Recife a Madri, as duas cidades que constituíram o campo de interesse desta investigação. Os ateliês de tatuagens e body piercings, workshops, feiras e convenções são os espaços sociais onde se pode contemplar indíviduos que se encontram para modificar e performatizar seus corpos, bem como para ampliarem as suas redes de contacto. Enquanto a tatuagem e o piercing estão vinculados a um importante modismo, veiculado na mídia e ligado a um mercado de consumo, as técnicas consideradas radicais encontram-se à margem do cânone de beleza estética e mesmo assim não deixam de reunir novos adeptos. A indagação que norteou a pesquisa foi: como entender a expansão e disseminação desses fenômenos em diferentes grupos e contextos urbanos aparentemente díspares, como é o caso do Recife, de Madri ou de qualquer outro centro urbano? O que explica a escolha por tais práticas? Em que medida as escolhas estéticas também passam a se tornar um estilo de vida, em alguns casos, atividade de sobrevivência ou simultaneamente signos identitários, assim como outras possíveis categorias subjetivas construídas a partir dessa escolha?

Palavras-chave: antropologia do corpo, subjetividade, body art, modificações corporais, tatuagens, piercings, rituais.

Para ter acesso ao link da biblioteca onde está depositada a Tese, clique em:  http://www.biblioteca.ufpe.br/pergamum/biblioteca/index.php?resolution2=1024_1

Publicado em Teses Marcado com: , , , , , ,