Arquivos de Autor: maples@ceppan

A mente que mente

Francy Ribeiro Moreira*   Resenha de Maria José Azevedo de Brito, Táki Athanássios Cordás, Lydia Masako Ferreira (Orgs.), Transtorno dismórfico corporal: a mente que mente. São Paulo: Hogrefe, 2019, 425p.   O TDC – transtorno dismórfico corporal – é um distúrbio complexo da imagem corporal que afeta a qualidade de vida dos portadores. Nesta obra […]

A importância da família no tratamento dos distúrbios alimentares

Francy Ribeiro Moreira* Resenha de James Lock e Daniel Le Grange, Ajude seu filho a enfrentar os distúrbios alimentares. São Paulo, Melhoramentos, 2007, 310p.   A escrita do Dr. James Lock, Pediatra e Psiquiatra infantil na Universidade de Stanford e do Dr. Daniel Le Grange, Psiquiatra na Universidade de Chicago, tem a generosidade e a […]

O relato de uma jornada: a dor do ser humano com transtorno alimentar

Francy Ribeiro Moreira* Resenha de Fazendo as pazes com o corpo, de Daiana Garbin. São Paulo, Sextante, 2017, 160p. Trata-se de um depoimento tocante. Uma mulher jovem, jornalista bem sucedida que descreve sua guerra interna até o difícil reconhecimento da doença. Daiana Garbin foi diagnosticada com o quadro de transtorno alimentar não especificado, que é uma […]

Os cupcakes: prevenção e gatilho*

Patricia Gipsztejn Jacobsohn** Em alguns Estados americanos, os restaurantes são obrigados a informar no cardápio o valor calórico dos pratos. Estive por lá recentemente. E eu, pessoalmente, fiquei extremamente incomodada. Quase que instantaneamente, como um ato reflexo, me sentia compelida a, ao fazer minha escolha, levar em consideração TAMBÉM o valor calórico. Para não cair […]

Os 15 anos da CEPPAN

Francy Ribeiro Moreira* Resenha do livro “Psicanálise de Transtornos Alimentares II”, 2016.   holding setting Cisne Negro setting setting setting O segundo volume de “Psicanálise de Transtornos Alimentares” vem para comemorar os 15 anos de sucesso do projeto CEPPAN. Uma clínica de atendimento social, uma instituição de qualidade de pesquisa com artigos e teses acadêmicas […]

Notas sobre o brincar e o sonhar na psicanálise

Camila Deneno Perez* Melanie Klein, uma das pioneiras no campo da psicanálise com crianças, propõe ser possível manter os mesmos princípios da psicanálise para tratar os sofrimentos na infância. Para tanto, altera apenas a técnica, equivalendo o brincar das crianças à associação livre de adultos. Nesse sentido, Souza (2013) aproxima a função que teve o […]